Make your own free website on Tripod.com


 Geografia: Climas do Brasil Página Principal  

 

Equatorial

Abrange a Amazônia, caracterizando-se por ser uma área de convergência dos ventos alísios. Além da regar Norte, domina também no norte do Mato Grosso e o oeste do Maranhão. As amplitudes térmicas são multo baixas e a média térmica oscila entre 25°C e 27°C. As chuvas ultrapassam o limite de 2.000 mm/ano, sendo que na Amazônia Oriental aparece uma curta estação seca (clima subequatorial). Ocorre um predomínio da massa equatorial continental e da massa equatorial atlântica, em menor escala. Nesse clima, as chuvas são do tipo convectiva. As chuvas são bem distribuídas ao longo do ano.

 

Semi-Árido

Domina na região do Polígono das Secos, possuindo grande irregularidade pluviométrica, e baixo índice de chuva (menos de f.000 mm/ano). As amplitudes térmicas diárias são elevadas em torno de 23°C. O local que menos chove nas áreas de clima semi-árido é a cidade de Cabaceiras(PB) com 279 mm/ano, em média. As temperaturas elevadas provocam alta evaporação e, como chove pouco, ocorre a escassez de água. As chuvas concentram-se no período de verão, devido a ação da massa Equatorial Continental. Quando a pluviosidade é maior no inverno, deve-se ao avanço de massa Equatorial Atlântica sobre a região. Porém, existem anos em que nenhuma das massas do ar atua. Levando o Polígono das Secas a uma situação de miséria econômica. As Chapadas Diamantina e de Borborema funcionam como barreiras do relevo que impossibilitam a passagem de massas de ar úmida em direção ao Sertão Nordestino.

 

Semi-Úmido

Compreende parte do Bahia, Maranhão, Piauí, Ceará, Goiás, Sul do Mato Grosso, Minas Gerais e São Paulo. Possui duas estações bem definidas: verão (chuvoso) e Inverno (seco). No verão, o clima é denominado pela massa equatorial continental, o que explica as chuvas freqüentes. Às vezes, com a penetração da frente prior, a temperatura diminui. A pluviosidade é média (f.500 mm/ano), e as médias térmicas anuais oscilam entre 20°C a 28°C.

 

Subtropical

Seu domínio corresponde às regiões abaixo do Trópico de Capricórnio, especialmente Brasil Meridional. As estações do ano são bem definidos e o índice pluviométrico é regular(f.500 mm/ano). As temperaturas, no Inverno são baixas, e as amplitudes térmicas anuais, elevadas. A média térmico fica em torno de 17°C e 19°C.Atuam nesse clima mais sensivelmente as massas de ar polar atlântica e tropical atlântica.

 

Tropical Úmido

Abrange o litoral que vai desde o Rio Grande do Norte até o norte de São Paulo. É influenciado pela massa tropical atlântico, em especial. Apresenta uma pluviosidade menor em relação ao clima equatorial. No inverno, ocorrem frentes frias em função da presença da massa polar atlântica que desloca a massa tropical atlântico e domina, por algum tempo, a área litorâneo. Ocorrem duas estações: verão (chuvoso) e inverno (menos chuvoso). No litoral do Nordeste, o clima tropical úmido apresenta chuvas mais concentradas no outono-inverno, denunciando a forte atuação da massa polar atlântico neste período do ano.

 

Tropical De Altitude

Possui médias térmicas anuais em tomo de 18°C a 22°C, dominando basicamente nas terras altas da região Sudeste (Serros do Mar, Mantiqueira e Espinhaço). Os verões são mais brandos do que os demais climas tropicais, ao passo que os invernos são mais rigorosos.

Melhores Web
Josemar Paraguassú Júnior